E-Commerce

Leilão      O comércio eletrônico pode ser definido por qualquer transação comercial que ocorra por meios eletrônicos envolvendo a Internet, como exemplo temos Mercado Livre, Magazine Luiza, Submarino, etc.

     O comércio eletrônico atual iniciou-se no fim da década de 1960, mas desde 1990 as tecnologias vem evoluindo constantemente, permitindo que as empresas aumentem seus ganhos e ampliem seu público, podendo assim realizar negócios eletrônicos (e-business) com maior eficiência, com menor custo e maior rapidez.

     As transações online podem ser classificadas em vários modos, sendo as mais importantes “Business-to-business” e “Business-to-Consumer”.

E-commerce     “B2B” refere-se a toda venda feita de uma empresa para outra com intermédio da internet. Podemos exemplificar isso através dos leilões online, no qual reduziram até 20% o valor pago pelos compradores. O leilão baseia-se nada mais do que uma organização empresa publicar suas necessidades de um produto/serviço na internet, e as empresas interessadas em participar da concorrência pela venda, enviam suas ofertas, sendo que fica divulgado na internet apenas a menor oferta, sendo que a partir do momento em que a proposta for superada as empresas recebem uma notificação desta publicação tendo a oportunidade cobrir com valor menor ou as condições diferenciadas.

     “B2C” refere-se a toda venda de uma empresa feita para o consumidor direto. O melhor exemplo disso são os shoppings online, direcionados para venda direta, com propaganda, etc. Mas também estão relacionadas nesta categoria as vendas indiretas onde, por exemplo, a pessoa começa a pesquisar na internet cotações, preços de carro, simulações de financiamento, etc. e acaba encontrando o carro em uma concessionária, mas não efetua a compra diretamente pela internet, mas teve todo suporte para isso. Podemos ainda relacionar o sites de leilão eBay, e compra coletiva Peixe Urbano, os quais vem crescendo exponencialmente a cada ano. O eBay tornou-se um case de sucesso, já os sites de compra coletiva, apesar do crescimento em vendas, vem amargando um crescimento nas reclamações em órgãos como Procon ou até mesmo o site Reclameaqui.com, por problemas pós venda.

Por: Paulo Auada e André Amante

Um comentário em “E-Commerce

Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s